(41) 3267-7890 | [email protected]
close
RELEMBRE A LUTA PARA A SIMPLIFICAÇÃO DA COMPROVAÇÃO DE ENDEREÇOS
Novas

RELEMBRE A LUTA PARA A SIMPLIFICAÇÃO DA COMPROVAÇÃO DE ENDEREÇOS

Desde a publicação da portaria 035/2019, em 17/06/2017, a qual dificultou a comprovação de endereços devido à vinculação ao título de eleitor, o Sindepar travou uma batalha incessante para reverter a situação. O motivo principal para isso foi tentar impedir a perda de arrecadação do Paraná e a migração de frotas para Santa Catarina, problema com o qual sofrem principalmente os municípios de fronteira.Em um primeiro momento, a diretoria do Sindicato, assessorada pelo advogado Daniel Oliveira, protocolou, no dia 19/06/2019, um documento solicitando ao Detran-PR maiores esclarecimentos, conforme abaixo.

Em seguida, estabeleceu diversas conversas com a autarquia e, paralelamente, buscou apoio político para a resolução da questão. Dentre vários envolvidos, podemos citar o deputado líder do governo na Assembleia Legislativa, Hussein Bakri, e o deputado Paulo Litro, que atuaram em prol da categoria. Confira abaixo o documento protocolado por Paulo Litro no Detran-PR, no dia 01/07/2019, requisitando a explicação dos motivos para a mudança na comprovação de endereços.

Além disso, desde a publicação da portaria, os membros do Sindepar trabalharam em todos os cantos do Estado e estiveram em contato constante com a classe, em busca de mais apoio para solucionar o problema. Finalmente, ontem (11), o diretor geral do Detran-PR, Cesar Kogut, assinou a portaria 045/2019 e, novamente, simplificou a comprovação de endereços.

De acordo com o presidente do Sindepar, Everton Calamucci, este é apenas o primeiro passo para tentar reter as frotas de veículos no Paraná. “Nós já começamos um trabalho junto ao Governo do Estado e outros envolvidos para que a alíquota do IPVA volte para 2,5%, pois, mais uma vez, Santa Catarina representa um grande perigo”, disse. O Sindepar agradece a todos que, de alguma forma trabalharam junto com o Sindicato para esta conquista.